Parando de Fumar - INGOH - Instituto Goiano de Oncologia e HematologiaINGOH - Instituto Goiano de Oncologia e Hematologia
Home Dicas de Saúde Parando de Fumar
 
 

Parando de Fumar

Elaborado por:
Dra. Mireille Guimarães Vaz de Campos
Parando de Fumar  

Parar de fumar irá melhorar a sua saúde, não importa quantos anos você tenha e não importa quanto tempo ou quanto você já fumou na sua vida. Pode diminuir suas chances de morrer de doença cardíaca, doença pulmonar, insuficiência renal, infecção ou câncer. Também diminui o risco de osteoporose, que faz com que seus ossos fiquem mais fracos, com maior chance de ter fraturas, pode ajudar sua pele a parecer mais jovem e reduzir as chances de ter problemas sexuais.

O que devo fazer se eu quero parar de fumar?

As letras na palavra "START", que em inglês, significa começar podem te ajudar a lembrar os passos a tomar:

S = (Set a quit date) - Estabeleça uma data de parar.

T = (Tell) - Conte para sua família, amigos e as pessoas ao seu redor que você pretende parar.

A = Antecipe-se ou planeje-se, com antecedência, para os tempos difíceis que enfrentará.

R = Remova cigarros e outros produtos do tabaco de sua casa, carro e trabalho.

T = (Talk) - Fale com seu médico sobre como obter de ajuda.

Quais são os sintomas de abstinência?

Os sintomas incluem:

- Dificuldade para dormir

- Irritação, ansiedade, agitação

- Sensação de estar frustrado ou zangado

- Problemas para pensar claramente

Algumas pessoas que param de fumar se tornam temporariamente deprimidos, precisando de tratamento específico, tais como aconselhamento psicológico ou antidepressivo. Se você ficar deprimido quando você parar de fumar, converse com seu médico sobre isso.

Estudos mostram que as pessoas tem maior probabilidade de parar se têm ajuda de um conselheiro ou tomam medicamentos que os ajudam a largar o vício.

Como funciona a terapia?

O aconselhamento pode ser durante as visitas ao consultório ou em reuniões. Um conselheiro pode ajudá-lo:

- A descobrir o que desencadeia o tabagismo e o que fazer em vez disso;

- Ajuda nos momentos de desejo intenso de fumar;

- Ajuda a descobrir o que aconteceu de errado, quando você tentou parar antes.

Como os medicamentos ajudam?

Medicamentos diferentes funcionam de maneiras diferentes:

- Reposição de nicotina: facilita a retirada e reduz o desejo do seu corpo por nicotina, a principal droga encontrada em cigarros, incluindo adesivos, pastilhas e chicletes;

- Medicação: Alguns reduzem o desejo de fumar, outros reduzem os sintomas de abstinência e ânsias de cigarro, devendo ser tomado com cuidado em pacientes histórico de depressão, ansiedade ou doença cardíaca. Podem aumentar os efeitos do álcool em algumas pessoas, sendo uma boa ideia parar de beber, pelo menos enquanto está tomando o medicamento. Esses medicamentos necessitam de prescrição e acompanhamento médico, já que os efeitos colaterais podem ser importantes.

Durante o tratamento você poderá ganhar alguns quilos. Mas largar o cigarro terá muito mais benefícios n sua saúde que o prejuízo de alguns quilos a mais possam provocar; Além disso, você pode e ajudar a não ganhar peso comendo menos e fazendo exercícios físicos. Alguns medicamentos, podem ajudar no ganho de peso ness fase.

Como aumentar a minha chance de largar o vício do cigarro?

- Inicie uma atividade física regular

- Fique longe de lugares com pessoas que fumam. Se alguém próximo fuma, peça a ele/ela que pare de fumar com você

- Carregue chicletes, balinhas ou algo para colocar na boca facilmente caso fique com muita vontade de fumar.

- Não desista, mesmo que você volte a fumar de novo. A maioria das pessoas fazem algumas tentativas antes de conseguir parar definitivamente.

Existe Tratamento Gratuito para parar de fumar?

Sim. O Sistema Único de Saúde (SUS) oferece tratamento gratuito para os fumantes. Você pode consultar a Coordenação de Controle do Tabagismo na Secretaria Estadual de Saúde, entrar em contato com o Disque Saúde 136 ou procurar centros/postos de saúde para informações sobre locais e horários de tratamento.

O Programa Municipal de Controle do Tabagismo existe em Goiânia desde de 2005. O tabagista pode fazer sua inscrição na Unidade de Saúde mais próximo à sua residência. As reuniões são realizadas nas próprias Unidades de Saúde e a participação no Grupo depende do número de vagas.

Para ajudar o fumante a deixar de fumar são utilizadas duas estratégias:

1. Abordagem Mínima ao Fumante: é realizada por todo profissional de saúde, durante consultas de rotina onde o tabagista é orientado e aconselhado sobre os males do vício.

2. Abordagem Intensiva ao Fumante: tratamento em grupo, com avaliação, acompanhamento e apoio medicamentoso através de sessões estruturadas, geralmente uma vez por semana com duração de aproximadamente uma hora e meia, sendo supervisionadas por profissionais de saúde capacitados. O tratamento completo geralmente é de 6 meses. Medicamentos podem ser prescritos após o segundo mês de tratamento, para quem frequenta todas as reuniões. Para isso, é necessário que se passe por uma avaliação clínica individual e realize o Teste de Fagerstron (grau de dependência física à nicotina).

 

Texto revisado em dezembro de 2016.

 

Referências:

. Patient education: Quitting smoking (The Basics). In: UpToDate, Post TW (Ed), UpToDate, Waltham, MA. (Visitado em dezembro, 2016.)

. Programa Nacional de Controle do Tabagismo (página no Instituto Nacional do Câncer)

. Programa Municipal de Controle do Tabagismo (página da secretaria de Saúde de Goiânia)