Sertaneja doa plasma convalescente no INGOH

Curada da COVID-19, Maraísa busca forma de ajudar outras pessoas que apresentam quadro grave da doença

Na tarde desta quinta-feira (1º), a cantora Maraísa, que compõe dupla com sua irmã Maiara, doou plasma convalescente no Instituto Goiano de Oncologia e Hematologia (INGOH), após se curar da COVID-19 e passar pelos exames convencionais do processo. A sertaneja apresentou um quadro assintomático da doença e revelou que soube apenas via exame sorológico, que havia contraído a patologia. Depois disso, buscou uma forma de ajudar pessoas que estejam em estado grave por conta do novo Coronavírus.

Para a doação de plasma convalescente, o interessado deve estar há 14 dias sem sintomas e entrar em contato com o INGOH portando dados pessoais e resultado de exame inicial que testou positivo para a Covid-19. Será agendada uma entrevista para triagem, quando também o Instituto fará a coleta de um segundo exame para detectar a presença do vírus, bem como uma amostra sanguínea para verificar a existência de anticorpos no organismo. A partir desses resultados, se houver ausência de carga viral e dosagem significativa de anticorpos, a doação é agendada.

Durante a doação, Maraísa gravou um vídeo e convidou outras pessoas a fazerem o mesmo e afirmou: é tão rápido, tão simples e é uma forma de ajudarmos outras pessoas. Confira a mensagem completa no vídeo abaixo.

Assim como à Maraísa, o INGOH estende os agradecimentos a todos os doadores voluntários de plasma convalescente que ajudam a instituição a salvar vidas em 14 hospitais no estado de Goiás. Obrigado!

Assessoria de Imprensa | INGOH

Deixe um Comentário